01/03/2013

Portugal profundo

Situação 1 - No autocarro
Uma senhora vem a tossir como se tivesse a expelir os pulmões desde a porta da entrada à porta de saída sem pôr a mão à frente da boca. Chega à porta de saída e manda umas verdinhas para a rua.
Sexy!

Situação 2 - No autocarro
Uma senhora diz que ganha uma miséria (de facto, era) e que um mendigo lhe pediu dinheiro para uma sopa. Ela deu-lhe 10€ e o mendigo foi na direção oposta à suposta sopa.
Isto está tudo errado.

Situação 3 - Na paragem
Um homem queixa-se do ordenado miserável. Leva O Jogo debaixo do braço. Mais à frente na conversa, refere que tem a Zon com SportTv, internet rapidíssima e telefone com chamadas pagas. Também diz que é sócio do FCP e que vai a todos os jogos.
Onde estão as prioridades? Ah, sim, estão no futebol!

12 comentários:

  1. Há tanta mas tanta gente a queixar-se do ordenado e que já não vão de férias e isto e aquilo mas depois não é nada disso que se vê. Sim, está tudo errado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Alguns até deixam de ir de férias, mas continuam sem cortar onde efetivamente deveriam cortar.

      Eliminar
  2. LOL é isto... o que posso mais dizer depois dessas situações?
    isso da mulher com tosse é simplesmente nojento... eu as vezes sinto-me mal por me esquecer de por a mão à frente da boca quando bocejo, quanto mais a tossir dessa forma...
    dar 10 euros a um mendigo? epá coitadinhos e cenas... mas se ele quisesse uma sopa, eu ia com ele ao sitio da sopa e comprava-a, isto se tivesse dinheiro... de certeza que uma sopa não custa 10 euros xD e o outro... é o cliché dos clichés, vejo situações dessas todos os dias... dá para rir...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. As três situações deram-me para rir. A primeira deu-me para fugir :)

      Eliminar
  3. São três exemplos bem fiéis da realidade portuguesa. Então a última situação é o que mais se vê. Gosto principalmente daquelas senhoras que vão chorar para a escola porque não têm como pagar a senha de almoço dos filhos mas têm dinheiro para comprar um maço de tabaco por dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois. É o que se costuma dizer: Não há dinheiro, não há vícios.

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Alguns já eram pobres há muito tempo, mas não só de finanças.

      Eliminar
  5. Infelizmente, nada disto me surpreende... quase todos os dias temos exemplos de falta de civismo, respeito pelos outros e queixumes infundados. O problema é darmos-lhes importância. Sempre foi e será assim...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu acho que lhes devemos dar importância. Pelo menos para ensinar os mais novos de forma diferente.

      Eliminar
  6. está mesmo tudo errado, por isso é que às vezes não dou dinheiro a quam anda a pedir.....alguns dles devem ter mais do que eu....ou usam no pa droiga!

    coisasquetaiseafins.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu raramente dou dinheiro. Só para não me riscarem o carro :)

      Eliminar

Se queres deixar link, faz assim:
<a href="LinkDoTeuBlogue">NomeDoTeuBlogue</a>

Se viste algum erro e só queres fazer o favor de me avisar, faz assim:
TBD Erro->Correção

Se achaste graça, faz assim:
Ahahaha!

Se fazes questão que te responda, deixa um ponto de interrogação.

Se queres comentar anonimamente, assina no fim com um nome mais ou menos falso.

Em todos os comentários, deves tratar-me por tu. A não ser que me queiras insultar. Nesse caso, trata-me na terceira pessoa.